Produção X Qualidade na segurança dos alimentos

15 de janeiro de 2020

A área de produção das indústria de alimentos, dos serviço de alimentação e demais empresas do ramo alimentício são tratadas como a maior e a principal etapa dos processos produtivos para elaboração e processamento de seus produtos acabados, onde requer das empresas uma atenção voltada para a garantia de alguns requisitos essenciais para fabricação de seus produtos finais, indo desde os controles de processos gerais como as formulações e receitas de produtos, mão de obra capacitada para execução dos trabalhos, equipamentos funcionando adequadamente, passando essencialmente pelos aspectos de garantia e controle de qualidade, entre outros.  

Na produção de alimentos temos muitas atividades acontecendo simultaneamente, máquinas funcionando com sua maior capacidade, colaboradores ágeis e precisos nas suas tarefas, produtos sendo produzidos em larga escala e em grandes quantidades, entre outros aspectos comuns dessas áreas de produtivas. Toda essa eficiência na produtividade dos alimentos finais, devem obrigatoriamente garantir dois aspectos fundamentais para os produtos alimentícios: qualidade percebida e segurança do produto.  

A qualidade percebida está relacionada aos aspectos sensoriais padrão do produto ofertado ao consumidor, relacionados ao aspecto que podem ser percebidos e avaliados como a cor, o aroma, o sabor e a textura. Os aspectos de segurança dos alimentos estão relacionados ao consumo de produtos que não causem efeito adverso à saúde do consumidor através de contaminação biológica, física ou química. Todos esses requisitos só podem ser completamente atendidos nos produtos alimentícios se estiverem implantados dentro da área de produção controles rígidos a fim de garantir à qualidade e a segurança dos alimentos. Esses controles vão desde os procedimentos, instruções corretas de trabalho e seus respectivos registros.

Todos os pontos relacionados a qualidade e segurança dos alimentos devem ser observados, analisados, registrados, acompanhados e em caso de desvio devem ser totalmente tratados. Muitas empresas imaginam que ao implantar uma série de controles para a garantia da qualidade e da segurança dos produtos em sua linha de produção estarão sujeitos à uma queda da produtividade, aumento de custo, ociosidade das mãos de obra, atraso nas entregas, entre outros pontos negativos. Mas exatamente ao contrário de tudo isso, existe uma eficiência e eficácia comprovada ao implantar esses procedimentos e controles necessários para a garantia da qualidade e segurança dos alimentos, já que toda a produção passa à ser monitorada, avaliada e acompanhada por equipe qualificada, equipamentos são mantidos em bom estado de conservação e com sua manutenção em dia, existe uma redução do custo com através da redução de desperdícios na processo, menor apontamento de falhas que comprometam o orçamento  da empresa e a maior fidelização do cliente e consumidores finais que reconhecem os produtos como seguros e de qualidade.  

Assiste nossa aula sobre Qualidade X Produção:

Maria Juliana Franceschini

Maria Juliana Franceschini

Bacharel em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo (2007). Especialista em Gestão da Qualidade e Controle Higiênico Sanitário dos Alimentos pelo Instituto Racine (2010). Possui experiência na área de industrial e de nutrição, com ênfase em Qualidade e Segurança dos Alimentos.

Cookies: a gente guarda estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossa política de privacidade. Aceito e Concordo