A norma IFS Food na indústria de alimentos

7 de fevereiro de 2020

As indústrias de alimentos e bebidas presentes no mercado atual, estão cada vez mais comprometidas com os aspectos de qualidade e de segurança dos produtos fabricados em suas plantas. Na busca da garantia total de confiabilidade em produtos que levam à sua marca e estão presentes na alimentação de consumidores do mundo todo, porém não apenas esse segmento está quer a certeza dessas garantias, mas os mercados varejistas, atacadistas e serviços de alimentação, que possuem cada vez mais procedimentos e sistemas que elevam à sua criticidade no momento de oferecer um produto aos seus clientes.   

A norma IFS FOOD – International Featured Standards Food, que em tradução livre significada “Padrões Internacionais em Destaque – Alimentos” foi fundada em 2003, pelos membros da associação da federação alemã de varejo denominada como HDE, e sua equivalente francesa FCD, que elaboraram uma norma de qualidade e segurança dos alimentos, com o intuito de padronizar as auditorias realizadas pelos varejistas, bem como reduzir o tempo associado ao grande número de visitas recebidas por essas empresas e garantir o atendimento a todas as partes interessadas.

Atualmente a norma IFS Food encontra-se na versão 6.1 onde foi atualizada em 2017, sendo reconhecida pelo GFSI “Global Food Standards Iniciative”, onde se encontram certificadas grandes indústrias alimentícias que buscam à garantia total da segurança dos alimentos e da qualidade dos seus produtos. Os objetivos essenciais da implantação da IFS Food, são:

  • Estabelecimento de um padrão comum para avaliação dos sistemas de gestão da segurança dos alimentos e da qualidade
  • Trabalho com organismos de certificação qualificados e aprovados pela IFS
  • Transparência e compatibilidade de garantias em todas a cadeia de abastecimento
  • Redução do número de auditorias de fornecedores

Certificar uma indústria de alimentos e bebidas na norma IFS Food trás diversos benefícios para o negócio, pois muito além da padronização do trabalho em relação aos aspectos da qualidade e segurança dos alimentos, podem ser observados com a execução e o seguimentos dos requisitos da norma, um aumento da credibilidade dos clientes, redução de custos por perda de produção, aumento da demanda de clientes marca própria e no segmento B2B, redução na duplicidade de auditorias de varejistas, entre outras vantagens.

               Assim podemos concluir que a implantação da norma IFS Food para as indústrias dos segmentos de alimentos e bebidas, traz vantagens e benefícios, aumentando sua competitividade no mercado e consolidando as expectativas dos clientes e consumidores cada vez mais exigentes nos aspectos voltados à garantia da qualidade e segurança dos alimentos.

Referências: IFS Food Management GmbH – Alemanha. Novembro, 2017.

Assista nosso bate-papo sobre a norma IFS Food:  

Maria Juliana Franceschini

Maria Juliana Franceschini

Bacharel em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo (2007). Especialista em Gestão da Qualidade e Controle Higiênico Sanitário dos Alimentos pelo Instituto Racine (2010). Possui experiência na área de industrial e de nutrição, com ênfase em Qualidade e Segurança dos Alimentos.

Cookies: a gente guarda estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossa política de privacidade. Aceito e Concordo