A Cultura de Segurança dos Alimentos na Indústria

16 de setembro de 2020

Hoje em dia muito se fala em Cultura de Segurança dos Alimentos e com isso resolvi me aprofundar no tema e ajudar aos profissionais a entender um pouco sobre o assunto.


A segurança dos alimentos está estruturada na prática e procedimentos que devem ser seguidos em um ambiente de produção.

O GFSI (Global Food Safety Instituto) acredita que práticas dedicadas em manter seguro o fornecimento global de alimentos devem ser habituais e sistêmicas.  Ademais, acreditamos que estas qualidades podem ser desenvolvidas naturalmente dentro de um contexto cultural.

A extensão na qual as pessoas são empoderadas para promover a Segurança de Alimentos irá impactar a capacidade da organização de se adaptar, melhorar e sustentar sua Cultura de Segurança de Alimentos.

Todos os líderes devem “seguir o que dizem” e permanecer consistentes em suas mensagens para garantir que haja entendimento claro de que a Segurança de Alimentos é uma jornada de melhoria continua.

De acordo com o Guia de posicionamento da iniciativa Global da Segurança de Alimentos (GFSI) vol 01 disponibilizado em 04/11/2018

Cada colaborador possui uma parcela importante de responsabilidade perante a Cultura e Segurança dos Alimentos, desde a alta direção até a operação, terceiros, prestadores de serviços etc .

Um medida principal que citam é a comunicação que deve ser divulgada amplamente mensagens amplas e claras para que eles entendam e possam lembrar da boa prática para que o alimento fique seguro.

Treinamentos também são essenciais para a divulgação da Cultura de Segurança dos alimentos. O treinamento deve ser lembrado na prática para que todos possam atingir o nível de maturidade.

Programas de reconhecimento, Incentivos sobre as boas práticas servem como lembrete da importância da Cultura e Segurança dos alimentos dentro de uma empresa.

Como exemplo de documentos existentes podemos citar manuais,planos descrição claro das responsabilidades.

Como um método importante para verificar a Cultura de Segurança dos Alimentos é interessante, auditor ou consultores que estão fora do processo onde irão conseguir avaliar todo o processo e mostrar os resultados.

O importante é procurar entender e aprender sobre esse tema tão relevante para a indústria.

Michele Silva Rezende

Michele Silva Rezende

Bacharel em Engenharia de Alimentos pelo Universidade de Marília (2003). Especialista em Gestão da Qualidade dos Alimentos em Indústria e Serviços pelo Universidade São Judas Tadeu (2009) e Especialista de Segurança dos Alimentos SGS Academy (2019). Possui experiência na área de industrial com ênfase em Qualidade e Segurança dos Alimentos.

Cookies: a gente guarda estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossa política de privacidade. Aceito e Concordo